Não há dúvidas de que a pandemia do COVID-19 está e continuará transformando nossas vidas. De forma abrupta, fomos obrigados a MUDAR. Trabalhar remotamente, lidar com novas ferramentas e tecnologias, melhorar nossos hábitos de higiene, reorganizar nossas salas de aula, entre outros.

Alguns dirão que as mudanças estão sendo para pior e outros dirão que é para melhor. Eu prefiro ser mais positivo e focar nas mudanças boas. E esses dias eu me perguntei: como promover grandes mudanças? Em minha vida, na minha empresa, nos meus relacionamentos. Por que é tão difícil realizar mudanças relevantes?

Bem, sempre que falamos em mudar, algo nos mantém inertes, entramos na defensiva ou dizemos que “não temos tempo”. Sair da zona de conforto incomoda mesmo. Estressa, traz ansiedade, dá trabalho. Mas mudar é inevitável, seja por bem, como quando a ação é voluntária, ou por mal, como está acontecendo agora.

Um exemplo de mudança é adoção de tecnologia em sala de aula. Todo mundo diz que quer adotar, mas poucos o fizeram. Os que fizeram, além de terem sofrido menos durante a pandemia, estão muito melhor posicionados frente à concorrência, são mais eficientes no ensino e nos custos.

Sendo assim, gostaria de compartilhar alguns pensamentos que têm me ajudado a promover mudanças de forma menos “dolorosa”.

Eu procuro unir dois pensamentos para conseguir promover mudanças e realizar projetos:

1) Pequenas ações
2) Consistência

A junção desses dois pensamentos leva a uma conta óbvia, mas que poucos pararam para fazê-la, de que se você melhorar 1% todo dia ao final de um ano estará 37 vezes melhor.

E isso é muito poderoso! Experimente tirar 20 minutos do seu dia todos os dias parar focar naquelas coisas que sempre são deixadas de lado. Sabe aquelas que HOJE você se compromete a fazer AMANHÃ? Pois é…

Veja, 20 minutos não é nada perto do que se gasta diariamente com redes sociais, televisão e afins.

Ao final de um ano, o que você terá construído nesses 20 minutos diários será incrível.

Então, deixo aqui uma sugestão desafiadora:

1) Escolha um tema que sua escola precise mudar (seja relacionado a gestão, inovação, método, não importa, mas escolha algo relevante)
2) Defina o seu objetivo final. (Como é hoje e como quero que seja?)
3) Liste as tarefas necessárias para atingir esse objetivo.
4) Quebre essas tarefas em micro atividades que possam ser realizadas nesses 20 minutos todos os dias.
5) Use seus 20 minutos TODOS OS DIAS com consistência e disciplina! (minha sugestão é sempre começar o dia com esses 20 minutos, do contrário, as atividades cotidianas vão roubar esse tempo)

Se no meio dessa jornada você se pegar olhando somente para a linha de chegada, não se esqueça de olhar a linha de partida. O que terá percorrido até ali te dará motivação para ir até o final e provocar as mudanças necessárias na sua vida e na sua escola.

Então te pergunto: o que você fez HOJE para melhorar ou mudar algo? O que vai fazer amanhã?

Lembre-se, um pequeno passo todos os dias é melhor que um passo largo uma única vez (ou, pior ainda, nenhum passo).

Comece pequeno e não pare nunca.